A vitalidade como fonte da juventude

Ser velho é muito mais um estado de espírito, a velhice não está no corpo, está na cabeça Por Bruna Moura, José Miguel Toledo, Stephany Mello e Yara Lombardi A questão da trajetória do ser, dos primeiros aos últimos passos em vida, abrange histórias, algumas vezes associadas à idade. Idade é um número, tido e … Continuar lendo A vitalidade como fonte da juventude

Anúncios

Novos relacionamentos moldados pela era digital

Na tela do celular a foto de uma pessoa aparece juntamente com um nome e a idade. Ao clicar nessa foto, um perfil é aberto e mais imagens desta são disponibilizadas. Além de algumas informações, como a distância em que ela se encontra de você, onde trabalha ou estuda, também é possível visualizar uma breve … Continuar lendo Novos relacionamentos moldados pela era digital

Conversão nacional: o fortalecimento dos Neopentecostais no Brasil

Fiéis reunidos em cerimônia religiosa nos Estados Unidos/Créditos: David Goldman/AFP Por Arthur Iassia, Daniela Arcanjo, Lucas Pinto e Matheus Ferreira Protestantes crescem, se tornam competitivos para a Igreja Católica e alteram panorama sociopolítico do país Rasgando os Céus, Imaculada Conceição, Universal do Reino de Deus, Presbiteriana Redentor, Plenitude em Cristo, Deus é Amor, Gratidão Eterna … Continuar lendo Conversão nacional: o fortalecimento dos Neopentecostais no Brasil

As mãos de mulheres moldam uma nova economia

A confecção de produtos com linha é um dos carro-chefes do artesanato no Brasil (Créditos: Ana Flávia Cézar) Artesãs reafirmam a cultura local e geram renda enquanto constroem suas identidades Ana Flávia Cézar e Marina Kaiser O potencial econômico das atividades culturais e criativas ainda é pouco explorado nas terras brasileiras. Tão popularmente conhecido, “o jeitinho … Continuar lendo As mãos de mulheres moldam uma nova economia

Bauru: uma cidade pacífica?

Apesar dos dados positivos do Atlas da Violência 2017, a cidade convive com diversos outros tipos de violência.  Por Ana Carolina Brandão e Larissa Zapata No início de junho de 2017, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) divulgou o Atlas da Violência. A pesquisa … Continuar lendo Bauru: uma cidade pacífica?

Muito mais que um passeio

População idosa cresce no País enquanto seu consumo cultural se mantém estagnado. Por Lucas Ayres e Raphael Soares “Entretanto, vida diferente não quer dizer vida pior; é outra coisa. A certos respeitos, aquela vida antiga aparece-me despida de muitos encantos que lhe achei; mas é também exato que perdeu muito espinho que a fez molesta, … Continuar lendo Muito mais que um passeio

Cultura do Estupro existe, sim e, para ela, fecharam-se os olhos e desceram as cortinas

No Brasil, uma mulher é violentada sexualmente a cada 11 minutos;  mas apenas 10% das agressões são denunciadas Por Paula Nishi O recente caso da adolescente que sofreu um estupro coletivo no Rio de Janeiro em maio deste ano chocou o país. Apesar da intensa repercussão da notícia, o caso da jovem carioca não é … Continuar lendo Cultura do Estupro existe, sim e, para ela, fecharam-se os olhos e desceram as cortinas

Comércio, descaso, machismo e imagem

Lia Vasconcelos Frequentemente, mulheres que têm muito para dizer são caladas diante dos estereótipos midiáticos reforçados a todo o momento. Conhecemos, de fato, a dimensão disso? É fato consumado e disseminado, seja no “boca a boca”, ou nos dados de pesquisas oficiais, que os homens são maioria no mercado de trabalho, e os espaços midiáticos … Continuar lendo Comércio, descaso, machismo e imagem

A história e os sons da Música Instrumental brasileira

Como surgiu e quem contribui para um dos mais ricos gêneros brasileiros. por Alexandre Wolf e Lucas Rubio Ayres As primeiras notas que soam já chamam a atenção. A bateria, numa levada que flerta com o compasso do samba, é acompanhado por um contrabaixo que ao mesmo tempo marca e progride os acordes, como num … Continuar lendo A história e os sons da Música Instrumental brasileira

Cultura do Estupro existe, sim e, para ela, fecharam-se os olhos e desceram as cortinas

No Brasil, uma mulher é violentada sexualmente a cada 11 minutos;  mas apenas 10% das agressões são denunciadas. Por Paula Nishi O recente caso da adolescente que sofreu um estupro coletivo no Rio de Janeiro em maio deste ano chocou o país. Apesar da intensa repercussão da notícia, o caso da jovem carioca não é … Continuar lendo Cultura do Estupro existe, sim e, para ela, fecharam-se os olhos e desceram as cortinas