Turismo do interior

Conheça opções de lazer para quem está longe do mar, mas quer sair do sofá.

Por Amanda Fonseca, Lívia Lago, Marina Moia e William Orima

Para muitos, o primeiro mês do ano é sinônimo de férias. Contudo, janeiro também pode significar a ressaca dos gastos do Natal e Ano Novo e a chegada dos impostos, ou seja, contas para pagar e pouco espaço no orçamento para um lazer típico dos esperados períodos de folga: viajar. Isso pode ser um fato para as viagens internacionais ou mesmo viagens nacionais de longa distância, mas e quanto ao interior do próprio estado?

Com uma área total de quase 250 mil quilômetros, o estado de São Paulo é maior que muitos países da Europa, até mesmo que o imponente Reino Unido. Longe da capital paulista, o interior costuma ser subestimado como destino nas férias, salvo as típicas confraternizações de fim de ano que reúnem famílias inteiras em suas cidades de origem. Mas o interior guarda várias possibilidades de turismo, belezas naturais e urbanas de todo tipo que movimentam a economia de diversas localidades. Conheça algumas delas e faça seu roteiro:

Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida – Aparecida do Norte

Santuário Nacional de N. S. Aparecida
Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida é o maior do mundo dedicado à Virgem Maria (Foto: William Orima).

Destino de quase 13 milhões de fieis em 2014, o Santuário de Nossa Senhora da Conceição Aparecida está localizado na cidade que leva o nome da imagem encontrada por pescadores no Rio Paraíba em outubro de 1717. Originalmente um distrito do município de Guaratinguetá, do qual se emancipou em 1928, Aparecida fica cerca de 160 quilômetros da capital paulista e também é conhecida como Aparecida do Norte graças à ferrovia Estrada de Ferro do Norte, hoje Estrada de Ferro Central do Brasil, que operou na cidade até 1988.

Os milagres atribuídos à imagem e o público que ela passou a alcançar levaram à inauguração de uma igreja em 1888, conhecida atualmente como Basílica Velha. Ali a imagem recebeu visitas ilustres de Dom Pedro I, Dom Pedro II e da Princesa Isabel, que presenteou a imagem com uma coroa de ouro. Em 1930, a Nossa Senhora da Conceição Aparecida recebeu do Papa Pio XI o título de Padroeira do Brasil.

O início da construção da Basílica Nova se deu em 1946, mas o santuário só viria a ser consagrado oficialmente 34 anos depois, em uma cerimônia presidida pelo Papa João Paulo II  em julho de 1980. Hoje, sua estrutura colossal de quase 72 mil metros quadrados abriga os pavimentos inferior e térreo, arcada e Tribuna sul, a Cúpula Central e as Capelas da Ressurreição e do Batismo, além da Torre Brasília e concede à ela o título de maior santuário da Virgem Maria no mundo.

Segundo dados do portal oficial, o Complexo Turístico Religioso do Santuário Nacional tem uma área superior a 1,3 milhão de metros quadrados, com quase 143 mil metros de área construída. Também faz parte do complexo o Morro do Cruzeiro, o Porto Itaguassu (local onde foi encontrada a Imagem da Senhora Aparecida, em 1717), um presépio permanente, o Centro de Eventos, a Cidade do Romeiro, as 380 lojas do Centro de Apoio ao Romeiro, a Passarela da Fé e a Matriz Basílica ou Basílica Velha.

O turismo vinculado ao Santuário é o principal responsável pelo movimento da economia na região. O setor terciário é representado pelo comércio, com destaque para os ambulantes, e o setor hoteleiro, que oferece 31 mil leitos no município – os alicerces da economia aparecidense.

Além da religiosidade e interesse histórico, o Santuário de Aparecida é um patrimônio cultural de São Paulo e do Brasil que vale a visita e figura como um dos marcos do turismo no interior.

Ficou interessado?

O Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida fica Avenida Dr. Júlio Prestes, no bairro da Ponte Alta, em Aparecida, São Paulo. Saindo da capital, só é preciso seguir a Rodovia Presidente Dutra sentido Rio de Janeiro. O estacionamento possuí vagas para 5 mil veículos entre ônibus e carros. As missas são ministradas em vários horários, com programações especiais durante datas comemorativas, como o Dia da Padroeira, em 12 de outubro. O telefone da Central de Informações é o (12) 3104-1504 e o portal oficial é o www.a12.com.

Acampamento e Pousada Tibiriçá

Na ativa desde 1990, o Acampamento e Pousada Tibiriçá aposta no turismo rural e pedagógico para crianças e adolescentes, a 25km do centro de Bauru, São Paulo. O negócio começou após a proprietária Márcia Bessa Pereira Leite e sua família perderem uma grande propriedade de café devido à geada. Eles ficaram com uma propriedade menor e, ao precisarem de renda, decidiram que aproveitar o espaço rural seria a melhor alternativa. Márcia conta que ela adaptou sua própria casa, aumentando o número de banheiros, a cozinha e a sala para que pudesse acomodar um maior número de crianças. Na primeira temporada de férias, em julho de 1990, eles receberam 22 crianças e a partir daí tudo começou a crescer.

Entrada do Acampamento e Pousada Tibiriçá (Foto: Marina Moia)
Entrada do Acampamento e Pousada Tibiriçá (Foto: Marina Moia).

A propriedade de 410 mil m², antes um sítio de criação do bicho da seda, possui desde opções para lazer e recreação como tirolesa, piscina, arvorismo e passeio de trem e a cavalo, como também as atividades que aproximam o visitante da vida rural, como a visita ao curral e criação de animais, a produção de bolachas caseiras, trilhas ecológicas, oficinas de queijo artesanal, entre outras.

Durante a época da colheita do café (são cerca de 10 mil pés), é possível também que as escolas levem seus alunos para que eles participem e observem todo o processo e possam ver de perto como funciona cada etapa da colheita. O espaço também conta com um pequeno museu que possui peças indígenas e da cultura brasileira.

Aos domingos e feriados, funciona o restaurante da pousada, com sua típica comida caipira, desde os aperitivos até as refeições feitas no forno a lenha. O horário de funcionamento é das 11h às 16h e conta também com passeios a cavalo e trem como cortesia para os visitantes. Durante a semana, é possível agendar almoços para grupos com mais de 20 pessoas. Hoje, o restaurante acomoda 90 pessoas e a pousada, com três chalés e quatro alojamentos, possui 116 acomodações.

Ficou interessado?

Para chegar no Acampamento e Pousada Tibiriçá, basta seguir pela Rodovia Marechal Rondon até o km 360, pegar o desvio para o Distrito de Tibiriçá e então seguir por mais 4,5km até a placa indicativa da propriedade, à esquerda. Para fazer reservas, agendar almoços e visitas, entre em contato pelos seguintes telefones e e-mail: (14) 3214-9708, (14) 9795-5061 e reservas@acampamentotibirica.com.br

Site oficial: http://www.acampamentotibirica.com.br/


Thermas dos Laranjais – Olímpia

Praia artificial (Foto: Lívia Lago)
Praia artificial (Foto: Lívia Lago)

Localizado em Olímpia, a 450 quilômetros da capital paulista, o Thermas dos Laranjais se tornou um dos principais complexos turísticos da América Latina e do Brasil. Em 2014 foi considerado o parque aquático mais visitado da América Latina e o 4º mais visitado do mundo, tendo só naquele ano a visita de 1,939 milhões de turistas.

Criado em 1987, o parque aquático foi construído sobre o Aquífero Guarani, um do maiores mananciais de água termal do mundo. Devido à sua fonte mineral, naturalmente aquecida pelas rochas submersas a mais de mil metros, o parque se tornou um atrativo graças ao seu diferencial: todas as atrações têm água com temperatura entre 26º e 38º. Em outras palavras, o Thermas não tem piscina gelada.

Com mais de 260 mil metros quadrados, o parque possui mais de 50 atrações que variam entre piscinas de ressurgência (onde a pessoa não afunda), de surfe, de sonolência (com espreguiçadeiras dentro d’água), com ondas (onde o ambiente simula o de uma praia), rio com correnteza, toboáguas, e um clube infantil.

Além das atrações aquáticas, o Thermas apresenta áreas de descanso – em um ambiente com areia branca e redes amarradas em palmeiras –, lanchonetes, restaurantes, bares, lojas e estacionamento gratuito.

O grande espaço que o parque ocupa não abriga apenas todo seu conteúdo, mas também o capacita para receber até 15 mil visitantes por dia. Tal número é alcançado facilmente durante feriados e no período do verão. Em média, o clube recebe de 8 a 5 mil turistas em um final de semana, chegando a contabilizar  1,5 milhão por ano.

Graças a essa popularidade, o Thermas dos Laranjais se tornou a razão pela qual Olímpia é hoje um dos principais pólos turísticos do Estado de São Paulo. E não são apenas os números que comprovam essa preferência dos turistas. Em sua página oficial do Facebook, o parque conta com 60 mil avaliações que lhe renderam uma nota de 4,8 estrelas.

Imagem: Divulgação
Avaliação do  Thermas dos Laranjais na página do Facebook. (Imagem: Divulgação).

Ficou interessado?

O Thermas funciona todos os dias, das 9:00 às 20:00 nas segundas-feiras e das 8:00 às 20:00 de terça a domingo. O funcionamento das piscinas de ondas é entre 9:00 e 18:00 e o de outras atrações como toboáguas e brinquedos é entre 9:00 e 12:00 na parte da manhã e 13:00 e 18:00 na parte da tarde.

Os ingressos variam de R$60 a R$100 de acordo com a temporada. O parque disponibiliza meia entrada para estudantes e crianças de 1 a 6 anos de idade pagam uma taxa fixa de R$10.

Para facilitar sua estadia na cidade, o site do Thermas conta com o Guia da Cidade, onde você pode pesquisar locais para ficar, comer, agências de turismo e convênios.


Fazenda Nova Gokula

O templo principal com arquitetura indiana
O templo principal com arquitetura indiana (Foto: Amanda Fonseca).

A mais de 24 km do centro de Pindamonhangaba, interior de São Paulo, a fazenda Nova Gokula é uma comunidade Hare Krishna, a única no Brasil com um templo nos moldes indianos, sendo considerada modelo. “A fazenda foi criada em 1978. Era um sonho de um grupo de devotos de Krishna, sendo que um dos propósitos da criação do movimento Hare Krishna é criar comunidades rurais para pôr em prática a filosofia da vida simples, natural e a consciência elevada”, diz Rama Outras Das, perfumista e um dos devotos que mora na comunidade.

Além de Rama, existem mais de 30 famílias morando no local, somando mais de 100 pessoas. Para os interessados em se tornarem moradores, um dos pré-requisitos é estar disposto a se dedicar à vida espiritual. No entanto, a fazenda é aberta a todos que queiram visitá-la ou até mesmo virarem hóspedes por tempo indeterminado. “Temos hóspedes que estão aqui há mais de 3 meses”, conta Das.

A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada, Acharya-fundador da Sociedade Internacional para a Consciência de Krishna (Foto: Amanda Fonseca)
A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada, Acharya-fundador da Sociedade Internacional para a Consciência de Krishna (Foto: Amanda Fonseca).

Ficou interessado?

O dia na Nova Gokula começa cedo, às 4:30 da manhã e termina cedo também, às 20h. A infraestrutura conta com restaurante, livraria e até mesmo a loja de artigos indianos e a de perfumes do Rama.

As atividades oferecidas são diversas, como cantos de mantras, aulas de filosofia, turismo de aventura e ecológico, com trilhas, observação de pássaros guiada por biólogos e o rio Yamuna, para quem quer fugir do calor. Uma das curiosidades sobre a fazenda é que ela é homologada pelo IBAMA como área de soltura de animais silvestres e pássaros, assim, todo o mês o IBAMA leva para o local uma certa quantidade de pássaros, que permanecem no viveiro antes da soltura.

Outra opção de turismo envolve as crianças. O turismo pedagógico é agendado pelas escolas para que as crianças tenho uma experiência de contato com a natureza.

A visita à fazenda não exige agendamento, mas para eventos específicos ou para garantir a viagem, o contato pode ser realizado através do site: http://www.novagokula.com.br/, já que não existe telefone na fazenda. É cobrada uma taxa de R$ 20,00 na entrada para a manutenção do local.

Página no Facebook: https://www.facebook.com/FazendaNovaGokula/?fref=ts

O altar. Uma curiosidade sobre a roupa dos deuses é que elas são trocadas todos os dias de acordo com o horário e suas atividades. (Foto: Amanda Fonseca)
O altar. Uma curiosidade sobre a roupa dos deuses é que elas são trocadas todos os dias de acordo com o horário e suas atividades. (Foto: Amanda Fonseca).
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s